Projeto Qualificar
Preparando o seu futuro
qualificar@projetoqualificar.com.br
Currículo Eficiente Emprego pela Web Prepare-se para a Entrevista Trabalho em Equipe Reuniões que Funcionam Artigos Publicados Agências Nacionais e Internacionais Classificados Inscrição em Empresas Cadastro para Currículo ou Vagas Busca Currículos e Assuntos Cursos Qualificar Qualificação Profissional


   » Profissional
     
Como se portar em dinâmicas de grupo.

 A dinâmica de grupo é uma ferramenta usada para identificação de conflitos entre pessoas, mas tem um espectro de utilização muito mais amplo.

A dinâmica de grupo é uma forma de nivelar pessoas dentro de um mesmo ambiente e submetidas a uma mesma situação de teste, de modo que um especialista possa investigar como uma dessas pessoas se comporta deante de uma questão. Assim é possível fazer uma triagem bastante precisa para decidir quais candidatos serão levados para uma entrevista individual.

Não há como se preparar para uma dinâmica de grupo, porque você é o que você é, e não conseguirá ser diferente. Num teste como este, um recrutador/selecionador experiente conseguirá enxergar aspectos de sua personalidade muito claramente. Portanto, não há como tentar disfarçar ou fingir, porque a sua reação ocorrerá de acordo com a sua índole, com a sua personalidade.

A recomendação, portanto, é que você procure agir o mais naturalmente possível, e não contrarie a sua natureza.

No entanto, apenas para que você fique mais alerta a respeito do que costuma ser considerado importante para a pessoa que está recrutando ou selecionando, vamos anotar alguns valores que as empresas geralmente avaliam como universalmente importantes.

O líder da dinâmica observa valores gerais desejáveis para qualquer posição:

 

a)Iniciativa - o candidato que em todas as ocasiões deixa para falar por último pode mostrar ou que é cauteloso demais, ou que tem pequeno grau de iniciativa. Mas se você é uma pessoa que não prima ela iniciativa, não adiantará tentar falar antes dos outros apenas por saber que isso pode ser levado em conta ao seu favor, porque o avaliador perceberá rapidamente se a atitude estiver sendo forçada. Não lute contra a natureza. Seja você mesmo.

 

b)Determinação - a determinação é uma qualidade mas não pode ser confundida com a obsessão. Cuidado para não exagerar quando quiser demonstrar que sabe perseguir um objetivo.

 

c)Criatividade -existem casos em que a resposta dada por um candidato a determinada pergunta, durante uma dinâmica de grupo, foi tão boa, tão criativa, que ele chamou a atenção do líder e a partir naquele momento passou a ser observado com mais interesse.

 

 

d)Conhecimento -um dos principais objetivos da dinâmica de grupo é verificar a consistência do conhecimento geral dos candidatos. Nisto você pode se preparar, atualizando-se sempre que possível, lendo muito, consultando jornais e revistas, vendo, ouvindo e analisando o que se passa pelo mundo. É evidente que o conhecimento geral e o conhecimento específico serão mais bem testados na entrevista individual que se seguirá, mas impressiona bem mostrar cultura geral numa dinâmica de grupo. Claro, com cuidado para não parecer esnobe ou arrogante.

 

e)Habilidades de relacionamento - esta será definitivamente uma de suas características mais avaliadas dentro de uma sessão dinâmica de grupo. De novo, não tente ser o que você não é: aja naturalmente, como mandar o coração.

 

Você pode pensar que há o risco de uma primeira impressão a respeito de uma determinada forma como que você reagiu a um estímulo e que você pode ser interpretado ou interpretada a erroneamente. Não se preocupe, porque dificilmente você será testado uma vez somente em cada sessão de dinâmica de grupo.

Cada qualidade ou defeito é checado várias vezes durante uma mesma dinâmica, porque o avaliador sabe que diante de determinada situação o candidato pode se sentir ameaçado, constrangido, amedrontado etc.

 

EXEMPLOS DE DINÂMICA DE GRUPO:

Já dissemos que cada dinâmica de grupo serve para um propósito diferente. Observe os dois exemplos a seguir para entender melhor.

1) A um grupo de 10 pessoas reunidas, propõe-se um problema hipotético. Como por exemplo o fato de que cairá em 20 minutos uma bomba atômica sobre a região em que vocês estão; como a possibilidade do ataque atômico já existia antes, existe um abrigo especial, mas que só acolhe doze pessoas. Além dos 10 participantes da dinâmica, que já têm lugar assegurado, propõe-se que vocês escolham, em consenso, uma única pessoa a mais para levar, entre três que estão fora do abrigo: um aidético, uma freira e uma menina. Não há como levar mais de uma pessoa, e quem ficar de fora estará com a sentença de morte decretada.

A discussão certamente pegará fogo, porque cada pessoa tem uma carga cultural, emocional, social, familiar, que a fará ter uma prioridade diferente da prioridade do vizinho. Alguns pensarão em deixar de fora o aidético (vai morrer, mesmo...) e levar a menina (porque ela tem ainda uma vida inteira pela frente). Mas e a freira?

A intenção, nesta dinâmica de grupo, é saber como cada pessoa trabalha o consenso, como consegue liderar ou como aceita a liderança, como organiza a apresentação de suas idéias, que poder de argumentação tem para levar as outras pessoas a aceitarem a sua prioridade.

 

2) Uma outra dinâmica de grupo, formulada especificamente para trainees da área comercial, propõe que uma das pessoas se posicione contrariamente ou a favor de um determinado programa de televisão. É uma apresentação que deve ser feita de improviso para o grupo.

Neste caso, a intenção do avaliador é verificar do candidato a habilidade de lidar com outras pessoas (respeito, consideração, polidez) e a habilidade de argumentação, além da capacidade de verbalização e a organização de idéias.

Para um trainee da área de informática, que não teria relacionamento com o público, possivelmente outras habilidades seriam investigadas, e com certeza uma outra técnica de dinâmica de grupo seria aplicada.

O líder da dinâmica de grupo precisa ser competente e ágil para poder avaliar todas as pessoas participantes. Geralmente, além do líder, participa um ou dois assistentes, dependendo do tamanho do grupo.

Às vezes até o próprio requisitante da vaga participa, disfarçado de candidato, da dinâmica de grupo. Neste caso, mais do que nunca, não haverá segunda chance de causar uma boa primeira impressão. Portanto, fique alerta, porque o seu futuro empregador pode estar ao seu lado.